Festival de encerramento do ano no Núcleo Campinho – Lagoa Santa/MG emociona alunos e professora

Crianças e adolescente do Núcleo Campinho – Lagoa Santa/MG se divertem durante festival de final de ano.

Voleibol, diversão e muita emoção. Essas palavras definem como foi o festival de final de ano do Núcleo Campinho – Lagoa Santa/MG. Cerca de 60 alunos compareceram na quadra poliesportiva da Escola Municipal Coronel Pedro Vieira de Freitas, no dia 4 de dezembro, para desejar boas festas e se despedir dos colegas após mais um ano de atividades do projeto Vôlei em Rede na cidade mineira.

Pela manhã, os alunos da categoria Mini 2×2 (9 e 10 anos) iniciaram as confraternizações com a contagem dos pontos da carteirinha do Compartilhar Fidelidade, projeto complementar do Instituto Compartilhar que estimula ações positivas dos alunos no dia a dia, como presença nas aulas, festivais e a pontualidade. Eles também participaram de um sorteio de brindes e, em seguida, se divertiram muito com diversas atividades com balões, que buscaram reforçar os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, como a cooperação, a responsabilidade, o respeito e a autonomia. Por fim, eles jogaram algumas partidas de voleibol até cinco pontos, arbitradas pelos próprios colegas.

Atividades com balões reforçam os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol – como a cooperação, a responsabilidade, o respeito e a autonomia.

Na parte da tarde foi a vez dos alunos das categorias Mini 3×3 (11 e 12 anos) e Mini 4×4 (13 anos) confraternizarem. Antes do início das atividades, os participantes conversaram com a professora do núcleo, Juliana Montebrune. Ela explicou como funcionariam os jogos, sorteou alguns brindes e premiou os alunos destaque com uma sacochila do Instituto Compartilhar. Na parte dos jogos, os alunos foram divididos em equipes, e a regra era: cada uma deveria conter pelo menos um integrante da categoria Mini 4×4.

A aluna Emmily Gonçalves, 9 anos, do Mini 2×2, demonstrou ansiedade pelo retorno das aulas: “não deveria ter férias para o voleibol né, professora?”. Segundo Juliana, a festa de encerramento do ano também foi a despedida de alguns alunos e a emoção tomou conta. Ela disse que o aluno Aurélio dos Santos, 12 anos, do Mini 4×4, ficou muito triste já que não poderia assistir mais as aulas do projeto em 2016. “Vou sentir falta, eu gosto muito do vôlei”, revelou emocionado o aluno.

Vôlei fez parte das atividades da confraternização dos alunos do projeto Vôlei em Rede.

Parceiros dos Núcleos Lagoa Santa/MG: Prefeitura Municipal de Lagoa Santa e Uptime.

Fotos: Divulgação IC.

Torneio de encerramento garante jogos acirrados entre alunos do projeto Vôlei em Rede na cidade do Natal/RN

Torneio de encerramento fecha 2015 com chave de ouro.

O festival de final de ano oficial do Núcleo Natal/RN ocorreu no dia 28 de novembro. No entanto, os alunos do projeto Vôlei em Rede ainda tinham um encontro marcado. Nos dias 1 e 3 de dezembro eles participaram da última etapa do torneio de encerramento, que ocorreu no Natal Volley Club, local onde ocorrem as aulas do projeto. Ao todo, participaram cerca de 100 pessoas, entre alunos, professores e estagiários.

As etapas inicias do torneio ocorreram no mês de novembro, entre os dias 24 e 26 em que durante as aulas, os alunos de todas as categorias formaram equipes dentro de suas turmas e participaram dos jogos classificatórios do torneio. Participaram da etapa final seis equipes do Mini 2×2 (9 e 10 anos), quatro do Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos). Os três primeiros colocados de cada categoria receberam medalhas ao final do evento.

Alunos do projeto Vôlei em Rede se divertem durante evento no Núcleo Natal/RN.

Parceiros do Núcleo Natal/RN: Prefeitura Municipal do Natal, Natal Volley Club, Centro de Educação Integrada e Universidade Potiguar.

Fotos: Divulgação IC.

Alunos do Núcleo Cornélio Procópio/PR recebem visita de crianças e adolescentes do Colégio Estadual Zulmira Marchei da Silva

Alunos do Núcleo Cornélio Procópio/PR divulgam projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná para instituição de ensino da cidade.

No dia 2 de dezembro, as atividades do Núcleo Cornélio Procópio, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, contaram com a participação de crianças e adolescentes do Colégio Estadual Zulmira Marchei da Silva, do projeto Aulas Especializadas de Treinamento Esportivo (Aete). O evento, que ocorreu no ginásio de esportes do Colégio Estadual Castro Alves, sede das aulas de minivôlei do núcleo, reuniu um pouco mais de 80 pessoas, entre alunos das categorias Mini 3×3, Mini 4×4, Vôlei e visitantes. Na oportunidade, a garotada pôde jogar e se divertir com colegas diferentes.

Participantes do evento praticam o valor respeito.

No início do evento, os alunos da categoria Vôlei (14 e 15 anos) apresentaram aos convidados um pouco do projeto e explicaram os valores ensinados na Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol. Os adolescentes do Vôlei tiveram outra função importante: arbitrar os jogos dos colegas do Mini 3×3 (11 e 12 anos) e Mini 4×4 (13 anos) com os visitantes.  A Mayra Ribeiro, 12 anos, do Mini 3×3, gostou tanto que até fez um pedido ao professor: “você poderia sempre fazer jogos como esses?”. Segundo o professor do núcleo, Márcio Seugling, além de ser uma oportunidade para os alunos trocarem experiências com outras instituições, o evento foi uma chance de divulgar o projeto na cidade.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Núcleo Central, em Curitiba, promove jogos de voleibol e exibe museu sobre os 18 anos de história do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná

Copa Super Vôlei e quadrangular de voleibol reúnem meninos e meninas entre 16 e 17 anos no Núcleo Central – Curitiba/PR.

A Copa Super Vôlei, evento promovido aos alunos desta categoria do Núcleo Central, em Curitiba, foi um sucesso. Cerca de 170 pessoas estiveram reunidas durante os dois períodos do dia 28 de novembro para participar, assistir a jogos acirrados de voleibol e aprender um pouco sobre os 18 anos de história do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná em Curitiba. A garotada da categoria Super Vôlei entrou em quadra com equipes convidadas de várias instituições da região e colocaram em prática o que aprenderam com o esporte. Paralelamente foi realizado um quadrangular aos ex-alunos do projeto, que não só se divertiram como também ajudaram na arbitragem da Copa Super Vôlei.

A abertura do evento contou com um exercício de solidariedade. Na confirmação de inscrição, os participantes entregaram brinquedos para a campanha de Natal da Associação Cristã de Assistência Social (Acridas). Marcaram presença as equipes da Associação Atlética Banco do Brasil, do Clube Duque de Caxias, Colégio Estadual do Paraná, Colégio Marista, Colégio Militar de Curitiba, Colégio Profª Maria Balbina Costa Dias, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude de Curitiba e dos municípios de Paranaguá e Piraquara.

Museu de lembranças conta com espaço para participantes deixarem seu recado para o pessoal do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná.

A professora Tatiana Ribas, do Núcleo Central, disse que um dos objetivos da Copa Super Vôlei foi contar um pouco sobre os 18 anos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: “o tema ‘compartilhando uma história de sucesso’ foi idealizado pelos próprios alunos da categoria Super Vôlei ainda no começo do ano”. A iniciativa proporcionou, além dos jogos, a realização de duas oficinas: um museu onde foram expostas recordações desde o início do projeto na capital paranaense; e a gravação de vídeos em homenagem ao diretor-presidente do Instituto Compartilhar e técnico de voleibol, Bernardinho. Depois de editados, os vídeos serão enviados a ele.

Tatiana contou que o conteúdo do museu ficou resumido, porém explicativo: “foram expostas fotos de eventos e a evolução dos nomes e logos que marcaram o projeto, bem como a história do Rexona (equipe de alto nível que representou Curitiba na Superliga feminina de vôlei)”. A aluna Bruna Prado, 16 anos, da categoria Super Vôlei, gostou do que viu no museu: “foi muito legal entender como essa linda história começou, agradeço o projeto pela oportunidade”.

Participantes praticam valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol como jogadores e árbitros.

A professora Rosana Rocha, também do Núcleo Central, acredita que o evento foi um sucesso. “Gostei muito. Conseguimos mostrar para as pessoas as conquistas do projeto nestes últimos 18 anos e os participantes socializaram muito bem”, comentou Rosana. A aluna Mariana Siqueira, do Colégio Estadual Duque de Caxias, destacou a organização do evento: “foi tudo bem elaborado, os jogos foram divertidos e prevaleceu a cooperação”. Já o professor da equipe da Prefeitura de Curitiba parabenizou os organizadores pelo incentivo ao esporte. “O evento foi tão organizado como os tantos outros que já participei aqui no Núcleo Central, isso sim é promover o voleibol”, destacou. Ao término de cada partida, as equipes votaram nos alunos destaque e Fair Play.

Já o quadrangular, idealizado pelos ex-alunos, buscou reunir aqueles que participaram da primeira turma da categoria Super Vôlei do Núcleo Central. Além de jogarem muito voleibol e matarem a saudade dos professores, os ex-alunos também auxiliaram na organização e arbitragem dos jogos. Desta forma, eles vivenciaram os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, como a cooperação, a responsabilidade, o respeito e a autonomia.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Festival de final de ano do Núcleo Natal/RN, do projeto Vôlei em Rede, conta com homenagens à professores e alunos

Mais de 170 pessoas comparecem ao Natal Volley Club, local onde ocorrem as aulas do projeto Vôlei em Rede, para o festival de encerramento.

A festa foi grande, e a animação dos participantes maior ainda, em mais um festival de encerramento do Núcleo Natal/RN, do projeto Vôlei em Rede. Um pouco mais de 170 pessoas compareceram ao Natal Volley Club, sede das aulas de minivôlei, para prestigiar as comemorações de mais um ano de atividades do projeto. Sorrisos de felicidade e emoção marcaram a festa.

O evento teve início com duas apresentações: uma de artes marciais (judô e karatê) e outra de jogral (coral falado) dos alunos que fazem reforço escolar, entretendo os participantes. Logo em seguida foram feitas as homenagens. Os professores foram agraciados com uma cesta natalina e os alunos do Compartilhando um Ideal – projeto de voluntariado do Instituto Compartilhar – receberam medalhas e certificados.

A garotada do projeto também foi parabenizada pelo desempenho escolar. Os alunos com as melhores notas em matemática, português, ciências, história e geografia ganharam camisetas. Já a aluna Bruna Jéssica, 15 anos, da categoria Vôlei, foi presenteada com um tablet, por ter obtido a maior média anual. As pessoas que compareceram ao evento também tiveram oportunidade de ganhar prêmios, pois foi feito um sorteio entre os 100 primeiros participantes que chegaram ao local. Para finalizar, todos puderam saborear um lanche de confraternização.

Apresentação de karatê dá início ao evento.

O festival de encerramento também serviu como oportunidade para os pais e responsáveis falarem um pouco sobre a importância do projeto. A Rosiene Duarte é mãe dos alunos Pedro Duarte, 12 anos, e do Samuel Duarte, 11 anos, ambos da categoria mini 3×3. Ela contou que não foi só a saúde das crianças que melhorou com as aulas de minivôlei: “à princípio procuramos o projeto devido aos dois estarem acima do peso e hoje estou muito feliz com o resultado. Além de terem emagrecido, eles melhoraram o comportamento e se tornaram mais comunicativos”. A Maria do Céu Silva, mãe do Gabriel Eli da Silva, 13 anos, do Mini 4×4, também ressaltou os efeitos positivos do esporte. “Meu filho tinha vontade de crescer e um médico aconselhou que ele praticasse algum esporte. Consegui a vaga no projeto e hoje o Gabriel gosta demais. O Vôlei em Rede favorece tanto o aluno como a família”, concluiu.

Professores parabenizam alunos que tiveram as melhores notas escolares.

Parceiros do Núcleo Natal/RN: Prefeitura Municipal do Natal, Natal Volley Club, Centro de Educação Integrada e Universidade Potiguar.

Fotos: Divulgação IC.

Festival Compartilhando Valores promove integração entre alunos do Núcleo Ponta Grossa/PR

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná criam cartazes sobre os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol.

Os alunos do Núcleo Ponta Grossa, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, tiveram uma manhã muito animada e divertida no dia 28 de novembro. Um pouco mais de 40 pessoas, entre alunos e ex-alunos, participaram do Festival Compartilhando Valores, organizado pelo professor Evaldo de Godoy. O ginásio poliesportivo do Colégio Linda Bacilla, local onde ocorrem as aulas do projeto, foi sede das atividades.

O evento contou com a participação das três categorias que praticam aulas de minivôlei no núcleo, Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos). A divisão das equipes foi realizada antes do festival e aconteceu da seguinte maneira: os alunos mais novos puderam escolher colegas do 4×4 e Vôlei para compor suas equipes; enquanto o pessoal do 4×4 ficou livre para chamar os colegas do Vôlei. Ao todo, 16 times participaram dos jogos.

Crianças e adolescente do Núcleo Ponta Grossa/PR se reúnem no sábado, 28 de novembro, para participar dos jogos e praticar valores.

Além de proporcionar a prática do voleibol, o evento teve outro propósito: trabalhar os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol.  Segundo o professor, o objetivo foi enfatizar os valores trabalhados durante as aulas, em casa e na escola. Para isso, os alunos produziram cartazes e apresentaram aos colegas.

Evaldo contou que os integrantes da categoria Vôlei e os ex-alunos ajudaram tanto na organização como na arbitragem do festival. Eles também colaboraram com os colegas mais jovens, com menos habilidades técnicas. O aluno Pablo Luan de Oliveira, 16 anos, da categoria Vôlei, é prova disso. “O festival foi muito bom, as partidas foram equilibradas e nós também pudemos cooperar com os colegas do Mini 3×3 e Mini 4×4 os orientando nas situações de jogo”, concluiu. Ao final, a garotada teve o merecido descanso, com direito à almoço e sobremesa.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Festival Compartilhando Valores encerra com almoço e sobremesa aos participantes.

Fotos: Divulgação IC.

Festa de final de ano e comemoração do aniversário de um ano dos Núcleos Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede, contam com jogos de minivôlei, oficina de valores, orientações odontológicas e até plantio de árvores

Garotada põem em prática o que é passado durante as aulas de minivôlei, se diverte com os amigos e familiares.

A galera dos Núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro – Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede, teve muito para celebrar no dia 28 de novembro, data escolhida para o último encontro de 2015 e também para festejar um ano do projeto Vôlei em Rede na cidade. A festa foi especial e não poderia ser diferente: mais de 200 pessoas puderam conferir atividades lúdicas e educativas. O evento aconteceu no Ginásio do Tite e contou com a presença do vice-prefeito, Neto Beluci, do secretário de esportes, Antônio Carlos Bartagnolli Júnior, da Secretária de Educação, Marilda Cortijo e de representantes da escola e do ginásio onde ocorrem as aulas de minivôlei. Também marcaram presença o embaixador do Vôlei Brasil Kirin, Maurício Lima, a gerente de sustentabilidade e o assessor de imprensa da Brasil Kirin, Natália Buchwitz e Victor Chimenez respectivamente.

A abertura do evento já começou em ritmo de alegria e agradecimento a todos que foram essenciais para o sucesso do projeto na cidade: os parceiros foram homenageados com brindes e placas, enquanto os professores receberam cartões de reconhecimento pelo trabalho realizado durante 2015. Em seguida, para iniciar as atividades do festival, as crianças e adolescentes das categorias Mini 2×2, Mini 3×3 e Vôlei foram divididos em três grupos, cada um com uma pulseira colorida diferente.

Crianças e adolescentes do projeto Vôlei em Rede recebem dicas sobre cuidados odontológicos.

Em formato de circuito os grupos, orientados pelos professores, passaram por três estações. A primeira foi destinada aos jogos de minivôlei e até os pais e responsáveis puderam entrar em quadra para se divertir com a garotada. Na segunda, os alunos puderam praticar os valores trabalhados pela Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, por meio de brincadeiras divertidas, como a da bambolê em grupo para exercitar a cooperação. A última estação foi voltada para o lanche, salada de frutas. E todos contribuíram: os alunos levaram maças e bananas, a Secretaria de Esportes forneceu as laranjas e os mamões. Para os pais e responsáveis voluntários ficou a tarefa de produzir a salada de frutas e, segundo a professora do Núcleo Cidade Nova, Karina Rodrigues, eles desenvolveram a função com muito amor e carinho.

Além destas atividades, os participantes aprenderam bastante nas oficinas das Secretarias de Saúde e do Meio Ambiente, monitoradas por profissionais destas áreas. Nelas, a garotada recebeu orientações odontológicas – com direito à um kit de higiene bucal – e plantou árvores, atividade que favoreceu a conscientização ambiental.  Ao final, teve entrega de brindes dos projetos complementares “Compartilhar Fidelidade” e “Compartilhando um Ideal” e de medalhas comemorativas. “Nesses festivais temos noção da importância do projeto para as crianças. Elas vibram, ficam ansiosas e eufóricas”, afirmou a professora do Núcleo Dirceu Cordeiro, Alessandra de Castro.

Plantar árvores também faz parte das comemorações dos Núleos Itu/SP: atividade envolve e diverte os alunos.

Ainda de acordo com Alessandra, o grande número de pais presentes demonstrou o interesse deles pelo Vôlei em Rede. Ela também ressaltou a presença da analista de projetos do Compartilhar, Kátia Keller: “a participação da Kátia garantiu que tudo corresse bem. A experiência que ela tem nos direcionou durante o evento, nos deixando mais tranquilos para aproveitar o momento com as crianças”. Kátia parabenizou os professores e ficou contente em ver a alegria da garotada. “O brilho e sorriso no rosto das crianças e a motivação dos professores em realizar este evento foi intensa! Não tem preço acompanhar este tipo de ação, ainda mais com tanto carinho e envolvimento por parte dos alunos ”, enfatizou.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin

Fotos: Divulgação IC / Prefeitura de Itu/SP / Andressa Moura.

Diversão e prática de valores marcam Festival InterAgindo dos Núcleos Lagoa Santa/MG do projeto Vôlei em Rede

Criançada do Mini 2x2 dos Núcleos Lagoa Santa/MG se divertem durante Festival InterAgindo.

Os alunos dos núcleos Campinho e Santos Dumont – Lagoa Santa/MG, do projeto Vôlei em Rede, tiveram momentos especiais no mês de novembro. Durante os dias 24 e 25 eles participaram do Festival InterAgindo, que busca incentivar a troca de experiências entre a garotada que frequenta as aulas de minivôlei na mesma cidade. Ao todo, um pouco mais de 120 crianças e adolescentes participaram de jogos e atividades de valores. A Prefeitura Municipal de Lagoa Santa – parceira dos núcleos – cedeu o transporte.

No dia 24, os integrantes da categoria Mini 2×2 (9 e 10 anos) do Núcleo Santos Dumont visitaram os colegas da mesma categoria no Núcleo Campinho, na Escola Municipal Coronel Pedro Vieira de Freitas – local onde ocorrem as aulas de minivôlei do núcleo. No início do encontro, as crianças conversaram sobre os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, que também são necessários no convívio social. Depois foi hora de exercitar a cooperação, a responsabilidade, o respeito e a autonomia por meio da brincadeira do pique bandeira. E, é claro, finalizado com uma discussão sobre os valores utilizados dentro desta atividade, como foram praticados e o desenrolar das atitudes de cada equipe.

Alunos do Mini 3x3 e Mini 4x4 reforçam valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol durante brincadeiras.

A diversão entre a garotada, assim como a prática dos valores, continuou durante os jogos de voleibol. As equipes foram formadas diversas vezes para incentivar a integração entre os alunos do Mini 2×2, misturando meninos com meninas, separando os meninos das meninas e misturando colegas de núcleos diferentes. O dia encerrou com um lanche comunitário e com o sorteio de brindes como garrafinhas, sacochilas e camisetas, para quem esteve presente.

Já no dia 25 foi a vez dos integrantes do Mini 3×3 (11 e 12 anos) e Mini 4×4 (13 anos) do Núcleo Campinho visitar os colegas do Núcleo Santos Dumont, na quadra de esportes da Escola Municipal Professor Mello Teixeira. No começo das atividades os alunos foram misturados e separados em grupos para participar de um circuito de brincadeiras com foco nos valores, como futebol sentado e vôlei de toalha. “Pudemos perceber os valores da metodologia sendo trabalhados pelos participantes em cada atividade”, ressaltou a professora do Núcleo Campinho, Juliana Montebrune. Ao final de cada atividade, os capitães das equipes ganharam letras para formar a frase: “juntos somos mais fortes. Esporte na busca de valores” e ainda bateram um papo sobre a aplicação dos valores na vida de cada um.

Jogos de voleibol proporcionam a troca de experiências do esporte entre meninos e meninas do projeto Vôlei em Rede.

Após as brincadeiras, os participantes foram para as quadras onde formaram equipes de Mini 3×3 e Mini 4×4 com colegas de núcleos diferentes. Juliana acredita que uma das melhores partes do festival foi os jogos de voleibol: “o ambiente de integração entre os alunos de categorias diferentes possibilita uma visível melhora técnica entre os alunos”. Para finalizar o dia, todos participaram de um lanche comunitário. Em avaliação anônima, uma aluna destacou a motivação que o projeto promove. “O projeto Vôlei em Rede é ótimo para estimular o espírito do esporte nos jovens”, comentou.

Parceiros dos Núcleos Lagoa Santa/MG: Prefeitura Municipal de Lagoa Santa e Uptime.

Fotos: Divulgação IC.

Vôlei Brasil Kirin recebe alunos do projeto Vôlei em Rede durante treinos da equipe no Ginásio de Esportes do Taquaral, em Campinas/SP

Alunos do Núcleo São Cristóvão observam os atletas da Brasil Kirin durante o treino de musculação no dia 4 de novembro.

Nos dias 4, 17 e 19 de novembro cerca de 150 alunos dos Núcleos Campinas/SP, do projeto Vôlei em Rede, tiveram uma experiência muito divertida e motivadora. Eles visitaram o Ginásio de Esportes do Taquaral, local de treinos da equipe do Vôlei Brasil Kirin – empresa parceira do Instituto Compartilhar – e acompanharam de perto a preparação de jogadores profissionais para os jogos da Superliga 2015/16. Professores, crianças e adolescentes adoraram o passeio e aprenderam bastante com a experiência.

A garotada dos núcleos Boa Vista, São Cristóvão, São Domingos e São Vicente não seguraram a empolgação e aproveitaram cada minuto das visitas. Além de assistirem aos treinos e acompanharem os jogadores na musculação, eles tiveram uma palestra com o coordenador técnico da equipe, André Heller (ex-atleta e campeão olímpico). Os alunos também jogaram e conversaram com os atletas.  Eles até receberam elogios dos “grandalhões” quanto aos fundamentos técnicos da modalidade, como toque e manchete.

No dia 17 os jogadores dão uma “escapadinha” do treino e conversam com a garotada do Núcleo Boa Vista.

Segundo o professor Laerte Rodrigues, do Núcleo São Vicente, a experiência foi muito gratificante e motiva as crianças e adolescentes a continuarem no projeto: “a participação dos alunos foi efetiva do início ao fim do evento. Eles observaram e fizeram comentários a respeito do treinamento dos atletas profissionais, o que poderá servir como referência nas aulas de minivôlei do projeto”. Já a professora Ana Paula Sampaio, do Núcleo Boa Vista, ficou surpresa quando os alunos vieram pedir o seu autógrafo ao final do treino dos jogadores. “Alguns alunos pediram para eu assinar a camisa deles. Fiquei sem graça e disse que era apenas para os atletas autografarem. Ouvir deles que também sou importante me deixou muito feliz”, contou emocionada a professora.

A aluna Jennifer Hosth, 9 anos, do Mini 2×2, do Núcleo São Domingos, adorou a visita: “foi muito bacana ver os jogadores bem de perto, gostei de tudo”. O colega Isaque Pereira, 14 anos, da categoria Vôlei, do mesmo núcleo, observou a semelhança entre os treinos da equipe com as atividades realizas durante as aulas do projeto. Já o aluno do Núcleo São Vicente, Lucas dos Santos, 9 anos, da categoria Mini 2×2, não escondeu a animação: “foi o melhor evento que já participei até agora”. Ao final das visitas, alunos e professores ganharam camisetas do Vôlei Brasil Kirin.

Coordenador da equipe Vôlei Brasil Kirin, André Heller, conversa com os integrantes dos Núcleos São Domingos e São Vicente.

Parceiros dos Núcleos Campinas/SP: Prefeitura Municipal de Campinas, Brasil Kirin e com apoio da Sanasa.

Fotos: Divulgação IC.

Festival de voleibol reúne mais de 250 pessoas no Núcleo Pato Branco/PR

Evento reúne diversas instituições da região e conta com a presença de um pouco mais de 250 pessoas.

Experiências positivas com o voleibol e valores de cidadania marcaram o festival de voleibol promovido pela professora do Núcleo Pato Branco, Simone Pastorello. Isso porque, no dia 13 de novembro, os alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná se reuniram com diversas equipes de voleibol da região e das cidades de Palmas e Coronel Vivida. Fora os jogos e a diversão, a garotada desenvolveu ações de respeito, responsabilidade e autonomia. O evento aconteceu no ginásio de esportes do Colégio Estadual de Pato Branco, sede das aulas do projeto, e contou com a presença de mais de 250 pessoas.

Em quadra, os participantes do festival foram divididos de acordo com as categorias da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol: Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos) com equipes masculinas e femininas. Eles jogaram diversas partidas, se divertiram muito e fizeram novas amizades. Ao fim do evento, as três equipes que somaram mais pontos receberam medalhas. A garotada do projeto também esteve ativa fora das quadras com o desenvolvimento de ações bem interessantes. A taxa de inscrição para o festival, por exemplo, foi um exercício do valor respeito. Para participar do evento cada aluno deveria levar 1kg de alimento não perecível. Foram arrecadados cerca de 200kg, doados para um grupo de famílias haitianas da cidade. Esta ação foi liderada pelo pessoal do Mini 4×4.

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná reforçam os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol durante festival.

Os alunos da categoria Vôlei trabalharam o valor “autonomia” e organizaram um abaixo-assinado que será entregue ao prefeito. O documento solicita a construção de duas quadras de vôlei de praia na cidade, uma no bairro do colégio e outra no complexo poliesportivo do município. Já os alunos do Mini 3×3 reforçaram o valor “responsabilidade”, pois ficaram encarregados por coordenar o mural “Deixe seu Recado”.

De acordo com Simone, a garotada estava participativa e motivada. Ela disse, ainda, que ex-alunos e alunos mais experientes foram fundamentais, pois auxiliaram na organização do evento e na arbitragem dos jogos. Além da direção do colégio, o evento contou com a colaboração do NRE de Pato Branco, que doou as medalhas, e da Secretaria de Esportes da cidade que cedeu o transporte para os colégios do município, fotógrafo e bolas para sorteio.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Jogos favorecem a prática esportiva entre participantes.

Fotos: Divulgação IC.

Notícias Recentes
Leia Mais
7 de abril de 2016
Núcleo Natal/RN recebe visita técnica da analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia Keller, e encontro é bastante produtivo

Em outra matéria os destaques foram as visitas técnicas realizadas aos núcleos socioesportivos…

Leia Mais
5 de abril de 2016
Profissionais e acadêmicos da área da saúde dão dicas importantes aos alunos do Núcleo Natal/RN do projeto Vôlei em Rede

Orientações de primeiros socorros conquistaram a atenção das crianças e adolescentes do Núcleo…

Leia Mais
1 de abril de 2016
Biblioteca Núcleo Guaratuba é inaugurada e incentiva alunos a desenvolverem o hábito da leitura

Idealizada pela professora de educação física Cássia Graciotto, a Biblioteca Núcleo Guaratuba –…

Leia Mais
Alunos ficam motivados após primeiro festival de 2016 nos Núcleos Lagoa Santa/MG

As crianças e adolescentes dos núcleos Campinho e Santos Dumont – Lagoa Santa/MG…

Leia Mais
31 de março de 2016
Visitas técnicas são realizadas em vários núcleos socioesportivos do Instituto Compartilhar espalhados pelo Brasil

Durante o mês de março a analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia…

Leia Mais
24 de março de 2016
Em clima de diversão, crianças e adolescentes do Núcleo Central – Curitiba/PR conhecem o significado dos elementos que representam a Páscoa

Mistério, felicidade, atividade física e, é claro, voleibol resumem a comemoração da Páscoa…

Leia Mais
20 de março de 2016
Núcleo Natal/RN participa da 3ª Caminhada pela Inclusão em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down

Os alunos do Núcleo Natal/RN saíram pelas ruas da cidade no domingo, 20…

Leia Mais
4 de março de 2016
Viagem ao Rio de Janeiro/RJ marca formatura dos alunos do Núcleo Central, em Curitiba

A dedicação de mais de 20 adolescentes do projeto Núcleos de Iniciação ao…

Leia Mais
22 de fevereiro de 2016
Evento no Núcleo Natal/RN tem como tema principal a prevenção de doenças como Dengue e Zika Vírus

Com mais de sete mil casos de suspeita de dengue registrados na cidade…