Paz e amor ao próximo é tema de festival de voleibol do Núcleo Ponta Grossa/PR

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná se divertem com muito voleibol e debate sobre cultura de paz.

Jogos de voleibol e valorização da cultura de paz marcaram o festival do Núcleo Ponta Grossa/PR, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná. O evento ocorreu no dia 14 de dezembro e foi promovido pelo professor do núcleo, Evaldo de Godoy, juntamente com os alunos. Cerca de 40 crianças e adolescentes estiveram presentes no ginásio de esportes do Colégio Linda Bacilla, sede das aulas de minivôlei.

O evento teve início com uma conversa entre Evaldo e os alunos sobre o tema “paz e amor ao próximo”. Para ilustrar, foram produzidos dois cartazes com imagens de personagens importantes que promoveram a cultura de paz, como Jesus, Mahatma Gandhi, Nelson Mandela e Madre Tereza de Calcutá. “Foram discutidos a moral e os valores humanos dessas pessoas, que com suas atitudes contribuíram para incentivar a paz no mundo”, explicou o professor. A aluna Emili Santos, 14 anos, da categoria Vôlei, gostou do bate papo. “Foi bom ouvir falar de paz, visto que vivemos num mundo tão violento”, comentou.

Lanche ao final do evento proporciona momento de integração entre alunos do Núcleo Ponta Grossa.

Em seguida, a garotada das categorias Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos) se divertiram dentro das quadras e aproveitaram bastante o último festival de voleibol do ano. A princípio, o evento estava marcado para o dia 5 de dezembro, mas foi cancelado porque boa parte dos alunos não poderia comparecer. A vontade de participar de mais um encontro do projeto foi tanta, que as crianças e adolescentes conversaram com o professor e conseguiram remarcar o evento para o dia 14. “Os alunos da categoria Vôlei sugeriram a realização na segunda-feira, visto que seria um dia de aula e quase todos poderiam estar presentes”, conta o professor. Ao final todos confraternizaram por meio de um lanche.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Alunos do Núcleo Cornélio Procópio/PR recebem visita de crianças e adolescentes do Colégio Estadual Zulmira Marchei da Silva

Alunos do Núcleo Cornélio Procópio/PR divulgam projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná para instituição de ensino da cidade.

No dia 2 de dezembro, as atividades do Núcleo Cornélio Procópio, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, contaram com a participação de crianças e adolescentes do Colégio Estadual Zulmira Marchei da Silva, do projeto Aulas Especializadas de Treinamento Esportivo (Aete). O evento, que ocorreu no ginásio de esportes do Colégio Estadual Castro Alves, sede das aulas de minivôlei do núcleo, reuniu um pouco mais de 80 pessoas, entre alunos das categorias Mini 3×3, Mini 4×4, Vôlei e visitantes. Na oportunidade, a garotada pôde jogar e se divertir com colegas diferentes.

Participantes do evento praticam o valor respeito.

No início do evento, os alunos da categoria Vôlei (14 e 15 anos) apresentaram aos convidados um pouco do projeto e explicaram os valores ensinados na Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol. Os adolescentes do Vôlei tiveram outra função importante: arbitrar os jogos dos colegas do Mini 3×3 (11 e 12 anos) e Mini 4×4 (13 anos) com os visitantes.  A Mayra Ribeiro, 12 anos, do Mini 3×3, gostou tanto que até fez um pedido ao professor: “você poderia sempre fazer jogos como esses?”. Segundo o professor do núcleo, Márcio Seugling, além de ser uma oportunidade para os alunos trocarem experiências com outras instituições, o evento foi uma chance de divulgar o projeto na cidade.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Festival Compartilhando Valores promove integração entre alunos do Núcleo Ponta Grossa/PR

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná criam cartazes sobre os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol.

Os alunos do Núcleo Ponta Grossa, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, tiveram uma manhã muito animada e divertida no dia 28 de novembro. Um pouco mais de 40 pessoas, entre alunos e ex-alunos, participaram do Festival Compartilhando Valores, organizado pelo professor Evaldo de Godoy. O ginásio poliesportivo do Colégio Linda Bacilla, local onde ocorrem as aulas do projeto, foi sede das atividades.

O evento contou com a participação das três categorias que praticam aulas de minivôlei no núcleo, Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos). A divisão das equipes foi realizada antes do festival e aconteceu da seguinte maneira: os alunos mais novos puderam escolher colegas do 4×4 e Vôlei para compor suas equipes; enquanto o pessoal do 4×4 ficou livre para chamar os colegas do Vôlei. Ao todo, 16 times participaram dos jogos.

Crianças e adolescente do Núcleo Ponta Grossa/PR se reúnem no sábado, 28 de novembro, para participar dos jogos e praticar valores.

Além de proporcionar a prática do voleibol, o evento teve outro propósito: trabalhar os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol.  Segundo o professor, o objetivo foi enfatizar os valores trabalhados durante as aulas, em casa e na escola. Para isso, os alunos produziram cartazes e apresentaram aos colegas.

Evaldo contou que os integrantes da categoria Vôlei e os ex-alunos ajudaram tanto na organização como na arbitragem do festival. Eles também colaboraram com os colegas mais jovens, com menos habilidades técnicas. O aluno Pablo Luan de Oliveira, 16 anos, da categoria Vôlei, é prova disso. “O festival foi muito bom, as partidas foram equilibradas e nós também pudemos cooperar com os colegas do Mini 3×3 e Mini 4×4 os orientando nas situações de jogo”, concluiu. Ao final, a garotada teve o merecido descanso, com direito à almoço e sobremesa.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Festival Compartilhando Valores encerra com almoço e sobremesa aos participantes.

Fotos: Divulgação IC.

Festival de voleibol reúne mais de 250 pessoas no Núcleo Pato Branco/PR

Evento reúne diversas instituições da região e conta com a presença de um pouco mais de 250 pessoas.

Experiências positivas com o voleibol e valores de cidadania marcaram o festival de voleibol promovido pela professora do Núcleo Pato Branco, Simone Pastorello. Isso porque, no dia 13 de novembro, os alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná se reuniram com diversas equipes de voleibol da região e das cidades de Palmas e Coronel Vivida. Fora os jogos e a diversão, a garotada desenvolveu ações de respeito, responsabilidade e autonomia. O evento aconteceu no ginásio de esportes do Colégio Estadual de Pato Branco, sede das aulas do projeto, e contou com a presença de mais de 250 pessoas.

Em quadra, os participantes do festival foram divididos de acordo com as categorias da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol: Mini 3×3 (11 e 12 anos), Mini 4×4 (13 anos) e Vôlei (14 e 15 anos) com equipes masculinas e femininas. Eles jogaram diversas partidas, se divertiram muito e fizeram novas amizades. Ao fim do evento, as três equipes que somaram mais pontos receberam medalhas. A garotada do projeto também esteve ativa fora das quadras com o desenvolvimento de ações bem interessantes. A taxa de inscrição para o festival, por exemplo, foi um exercício do valor respeito. Para participar do evento cada aluno deveria levar 1kg de alimento não perecível. Foram arrecadados cerca de 200kg, doados para um grupo de famílias haitianas da cidade. Esta ação foi liderada pelo pessoal do Mini 4×4.

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná reforçam os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol durante festival.

Os alunos da categoria Vôlei trabalharam o valor “autonomia” e organizaram um abaixo-assinado que será entregue ao prefeito. O documento solicita a construção de duas quadras de vôlei de praia na cidade, uma no bairro do colégio e outra no complexo poliesportivo do município. Já os alunos do Mini 3×3 reforçaram o valor “responsabilidade”, pois ficaram encarregados por coordenar o mural “Deixe seu Recado”.

De acordo com Simone, a garotada estava participativa e motivada. Ela disse, ainda, que ex-alunos e alunos mais experientes foram fundamentais, pois auxiliaram na organização do evento e na arbitragem dos jogos. Além da direção do colégio, o evento contou com a colaboração do NRE de Pato Branco, que doou as medalhas, e da Secretaria de Esportes da cidade que cedeu o transporte para os colégios do município, fotógrafo e bolas para sorteio.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Jogos favorecem a prática esportiva entre participantes.

Fotos: Divulgação IC.

Alunos do Núcleo Cornélio Procópio/PR fortalecem valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol durante festival

Equipes praticam em quadra o que aprendem durante as aulas do Núcleo Cornélio Procópio/PR.

Com o auxílio do professor Márcio Seugling, os alunos da categoria Vôlei do Núcleo Cornélio Procópio realizaram um festival de minivôlei para os colegas mais novos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná. A diversão tomou conta da garotada, mas não foi só isso: as crianças e adolescentes desenvolveram suas habilidades técnicas em quadra e trabalharam valores, tais como responsabilidade, respeito e autonomia. Cerca de 50 alunos participaram das atividades no ginásio de esportes do Colégio Estadual Castro Alves, local onde ocorrem as aulas do projeto.

Os alunos do Mini 3×3 e Mini 4×4 foram misturados e separados em equipes equilibradas e todas elas jogaram entre si, com o auxílio dos colegas da categoria Vôlei. Cooperar foi apenas uma das tarefas destes adolescentes. Eles ficaram responsáveis por organizar, estruturar e arbitrar as partidas dos companheiros mais jovens, o que agradou Márcio. “Eles passaram momentos agradáveis nas dependências do colégio, praticando a modalidade que gostam e exercitando os valores que são inerentes ao projeto”, comentou o professor. Durante as partidas também foi trabalhado o fair play: os alunos que deixassem de lado a responsabilidade ou o respeito seriam penalizados com a perda de pontos para a equipe.

Valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol – como a cooperação, a responsabilidade, o respeito e a autonomia – são praticados durante os jogos.

Os organizadores do evento, o pessoal do Vôlei, realizaram muito bem as suas funções, se envolveram com as atividades e conseguiram praticar o valor da autonomia. É claro que eles também mereceram entrar em quadra. Separados em duplas, eles puderam jogar várias partidas entre si. Ao final dos jogos, os dois primeiros colocados de cada categoria receberam medalhas.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

24 horas de Voleibol: evento promovido em Guarapuava/PR movimenta a cidade e motiva crianças e adolescentes a praticarem esporte

24 horas de Voleibol agita ginásio do Colégio Estadual Visconde de Guarapuava durante o dia e a noite.

Jogar voleibol durante 24 horas parece uma tarefa um tanto quanto difícil, mas os alunos do Núcleo Guarapuava/PR aceitaram o desafio mais uma vez. No dia 7 de novembro, ocorreu o 24 horas de voleibol, evento promovido pela professora do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, Valdinéia Lemos, e que reúne diversas crianças e adolescentes que praticam o esporte na cidade.  Realizado uma vez por ano, o 24 de Voleibol já é tradição em Guarapuava e, desta vez, contou com a cobertura da RPCTV, afiliada da Rede Globo no Paraná. Os participantes praticaram bastante o esporte, se divertiram e trabalharam valores no Colégio Estadual Visconde de Guarapuava, sede das aulas de minivôlei. Pais, familiares e comunidade puderam conferir as atividades.

Além dos integrantes das categorias Mini 3×3, Mini 4×4 e Vôlei do Núcleo Guarapuava, e ex-alunos, também marcaram presença alunos da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e de escolinhas de voleibol da região. A realização da maratona de jogos só foi possível graças ao esforço das crianças e adolescentes do projeto, que por meio da venda de bombons custearam os materiais utilizados no evento. Tudo foi pensado com muito carinho, desde a decoração, confecção de camisetas personalizadas até a organização das quadras. O esforço valeu muito a pena, todos estavam motivados e entusiasmados para passar o dia e a noite toda dentro das quadras com os amigos. Eles levaram até colchões, cobertas e travesseiros para aproveitar todo o evento com energia.

Uma das oficinas de valores realizadas durante o evento é coordenada por alunos da categoria Vôlei.

A diretora do colégio, Marcia Oliveira, pôde observar a dedicação dos alunos e parabenizou os organizadores. “Participei mais intensamente este ano e posso dizer que a experiência foi marcante. Pude perceber o envolvimento e a capacidade de organização dos alunos. A alegria com que participaram nos trouxe a certeza de que o projeto é essencial para que outros laços se estabeleçam no ambiente escolar, entre alunos, professores e funcionários. Parabenizo a disposição da professora Valdinéia e a organização da maratona”, revelou satisfeita.

Além do desafio dos jogos, oficinas que trabalham os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol – como a cooperação, reponsabilidade, respeito e autonomia – divertiram os participantes. Os alunos da categoria Vôlei ajudaram e ficaram responsáveis pela dinâmica realizada com os integrantes da categoria Mini 3×3.

Segundo a professora do núcleo, Valdinéia Lemos, o evento é muito importante para que os alunos do projeto possam colocar em prática o que é passado durante as aulas: “estes valores estão sendo trabalhados durante todo o evento, é preciso cooperar com o colega para concluir as atividades e também ter responsabilidade para realizar o movimento de maneira correta para que o jogo possa fluir”. Em depoimento anônimo, a mãe de um integrante do projeto ressaltou a importância do evento para o filho: “ele fica na expectativa desde quando o evento é agendado. Durante o 24 horas de voleibol ele procura participar de todas as atividades. Com certeza é um momento muito importante em seu aprendizado”.

Integrantes do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná levam colchões, cobertores e travesseiros para descansar um pouco durante a maratona.

A garotada também gostou. A aluna Helena Bastos, 13 anos, do Mini 3×3, destacou que se divertiu muito e que todos colaboraram. “Estava muito bom, porque encontramos com amigos e professores. Mesmo com todos muito animados, cada um tinha suas obrigações e responsabilidades”, comentou. Já o aluno Tharick Garcia, 15 anos, da categoria Vôlei, ressaltou os valores trabalhados durante as atividades e já está pensando na próxima edição: “o 24 horas foi muito bom, jogamos vôlei sem parar, aprendemos que tem que respeitar o próximo e cooperar com o grupo, já estou no aguardo do próximo”. Independente dos vencedores, todos saíram do evento com troféus que, com certeza, servirão de lembranças desses momentos únicos que passaram juntos.

Link da reportagem na RPCTV: http://g1.globo.com/pr/parana/videos/t/todos-os-videos/v/alunos-participam-de-um-desafio-jogar-volei-por-24-horas-seguidas/4593741/

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Desafio do Livro incentiva o hábito da leitura entre alunos do Núcleo Guaratuba/PR

Desafio motiva alunas do Mini 3x3 e colegas de outras categorias a manterem o hábito da leitura.

Pelo segundo ano consecutivo, aconteceu no Núcleo Guaratuba/PR mais uma edição do Desafio do Livro. Promovido pela professora do núcleo, Cássia Graciotto, o evento aproveita o Dia do Livro, comemorado em 29 de outubro, para incentivar o hábito da leitura entre os alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná. As crianças e adolescentes entraram no clima da brincadeira e realizaram textos surpreendentes sobre suas histórias prediletas.

Todas as categorias do núcleo participaram do desafio de redigir um texto respondendo a seguinte questão: “como e qual livro te ensinou uma importante lição?”. Cássia conta que esta ação é uma de suas favoritas, já que ler é uma de suas paixões. “Além de ser uma fonte de conhecimento, os livros despertam a capacidade crítica e criativa do leitor. Certos livros mostram como é fácil se transportar para os lugares mais espetaculares da imaginação humana, e aprender lições que podem mudar para sempre seu jeito de ver o mundo”, ressalta.

Alunas do Mini 4x4 concluem atividade com sucesso.

Boas discussões nortearam o desafio e tornaram a atividade ainda mais prazerosa. A aluna Fabyanna Gonçalves, 11 anos, da categoria Mini 3×3, contou que já leu vários livros e histórias e que sempre tirou deles conhecimentos para a vida. Muitos alunos também extraíram valores importantes de cidadania. Uma colega da mesma idade e categoria que Fabyanna, a Karla Caldas, percebeu como faz diferença cativar, amar e cuidar das pessoas.

Para incentivar a garotada, Cássia promoveu algumas bonificações. Na turma do Mini 3×3, o desafio valeu 100 pontos na carteirinha do Compartilhar Fidelidade – projeto que incentiva ações positivas no dia a dia dos alunos, promovendo os valores prioritários de cooperação, responsabilidade, respeito e autonomia. Para os alunos do Mini 4×4 e Vôlei o desafio rendeu três estrelas em um painel de pontuação dos integrantes do núcleo. As redações destaque também foram premiadas: os três melhores textos de cada turma receberam uma caixa de chocolate e os primeiros colocados ganharam ainda o livro Transformando Suor em Ouro, do técnico da seleção brasileira masculina de voleibol e diretor presidente do Instituto Compartilhar, Bernardinho.

Meninas da categoria Vôlei também são premiadas com chocolates e livro Transformando Suor em Ouro, do técnico Bernardinho.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Confraternização do Dia das Crianças reúne alunos do Núcleo Pato Branco/PR

Dia das Crianças é comemorado com voleibol entre a garotada do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná.

No dia 15 de outubro, as crianças e adolescentes do Núcleo Pato Branco comemoraram o Dia das Crianças com muito voleibol. O evento contou a presença de alunos das categorias Mini 3×3 e Mini 4×4, mas os mais experientes, da categoria vôlei e ex-alunos, também participaram e foram fundamentais na organização e arbitragem dos jogos. As atividades foram realizadas na quadra poliesportiva do Colégio Estadual de Pato Branco, local onde ocorrem as aulas do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná.

Na abertura do evento, a professora do núcleo, Simone Pastorello, reforçou a importância de praticar os valores ensinados durante as aulas, inclusive no dia a dia de cada um. Em seguida, os alunos do Mini 3×3 e Mini 4×4 montaram suas equipes e se divertiram com várias partidas de voleibol, auxiliados por alguns alunos da categoria Vôlei e ex-alunos. Para Simone, a ajuda desta galera foi crucial para a realização do evento. Para deixar o Dia das Crianças ainda mais gostoso, os participantes confraternizaram com lanches levados por eles mesmos.

Alunos do Núcleo Pato Branco/PR organizam o lanche do evento.

Lucas Morgan, 17 anos, da categoria Vôlei, conta que a vontade de compartilhar o que sabe com os mais novos faz parte da sua vida. “Gosto de poder ajudar os alunos que estão começando, nas aulas e nos festivais. Isso faz parte da minha vida, quero cursar educação física para continuar sempre próximo do voleibol”, contou o aluno. A Evillin Gomes, 13 anos, do Mini 4×4, também aproveitou a oportunidade para reforçar o seu amor pelo esporte: “toda a vez que participo de um festival percebo o quanto gosto de jogar e o quanto eu e meu grupo melhoramos desde que começamos aqui no projeto”.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC. 

Alunos do Núcleo Guaratuba/PR têm sábado de muita festa durante Festival da Primavera

Garotada se diverte durante a terceira edição do Festival da Primavera do Núcleo Guaratuba.

Mais uma vez, o tradicional Festival da Primavera do Núcleo Guaratuba foi um sucesso. Jogos de voleibol e gincana com brincadeiras recreativas marcaram o evento, realizado no dia 3 de outubro. As atividades trabalharam os valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol e, principalmente, a importância do trabalho em equipe. Além dos alunos das categorias Mini 3×3, Mini 4×4 e Vôlei do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná, os voluntários do Compartilhando um Ideal foram essenciais na organização do festival.

Os participantes foram separados em equipes, ao todo foram dez do Mini 3×3 e seis do Mini 4×4, com participação de alunos do Vôlei. Em prol da temática do festival, os times tinham nomes de flores: azaleia, bromélia, violeta, margarida, entre outras. Depois dos jogos, os alunos participaram de uma atividade com bolas de encher, que buscou incentivá-los a trabalharem em equipe. O objetivo era cuidar para que nenhuma tocasse o chão. Segundo a professora do núcleo, Cássia Graciotto, ventou um pouco durante a brincadeira, o que ajudou no cumprimento da atividade: “para manter todas no ar eles tinham que parar de pensar apenas na sua própria bexiga e cuidar de todas as outras também. Foi necessário que eles trabalhassem em equipe, da mesma maneira que ocorre durante uma partida de voleibol”, explicou.

Participantes fortalecem o trabalho em equipe durante atividade com bexigas.

A direção do Colégio Estadual Prefeito Joaquim da Silva Mafra, sede das aulas do projeto, também colaborou com o evento e forneceu um almoço saudável para a garotada, com alface, tomate, arroz, ensopado de peito de frango e farofa, acompanhados por suco. A sobremesa ficou por conta da professora Cássia, que levou canudinhos com doce de leite. Os alunos também ajudaram e cada um lavou o seu prato, copo e talheres após a refeição, trabalhando a cooperação. De acordo com Cássia todos auxiliaram na limpeza das mesas e do salão.

Após a pausa e energias recuperadas, as crianças e adolescentes participaram de mais uma gincana que trabalhou alguns conceitos da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol. Eles foram divididos em quatro grupos nomeados cooperação, respeito, autonomia e responsabilidade. Nesta atividade, cada aluno era escolhido por vez para sortear uma tarefa como, por exemplo, fazer uma mímica sobre fundamentos do voleibol e valores praticados durantes as aulas, responder a uma pergunta sobre o esporte ou a história do núcleo e até mesmo adivinhar de qual filme pertencia uma determinada trilha sonora.

Cássia acredita que a gincana foi o ponto alto do festival: “além de toda a diversão e das risadas, foi um momento de confraternização e aprendizado. As categorias estavam todas misturadas, o que proporcionou a interação de todos”, contou. Além de tudo isso, as crianças e adolescentes do Mini 3×3 ainda montaram quebra-cabeças exclusivos, com a foto deles e hashtags com valores, produzidos com carinho pela professora Cássia. Eles adoraram. A equipe mais rápida ganhou uma caixa de bombom.

Quebra-cabeças expõem valores da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol.

Para encerrar, todos os participantes se reuniram no pátio do colégio e receberam medalhas que tinham a cara do Festival da Primavera: todas elas estavam rodeadas por pétalas de flores. As equipes que mais pontuaram durante o evento ganharam medalhas um pouco maiores, e várias guloseimas. A aluna Laura Fischer, 14 anos, da categoria Vôlei, ficou orgulhosa com o resultado do evento. “A cada ano é uma surpresa, a cada ano é melhor. A cada ano conheço pessoas novas e fortaleço a amizade com a turma. Fiquei feliz porque foi o primeiro festival que ganhei a gincana. Eu amo essa galera”, comentou. A colega da mesma categoria e idade, Anna Beatriz Lobo, também aprovou o evento e parou um minuto: “de todos os festivais que já participei, afirmo que esse foi o melhor. Dei muita risada, me divertir nos jogos e só parei para o almoço”.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC. 

Núcleo Londrina/PR promove festival de voleibol dos alunos para os alunos

Alunos do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná do Núcleo Londrina auxiliam colegas do Colégio Estadual Olympia Morais Tormenta.

O mês de outubro começou agitado para os alunos do Núcleo Londrina/PR, do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná. No primeiro sábado do mês, os alunos das categorias Mini 3×3, Mini 4×4 e Vôlei se reuniram no ginásio esportivo do Colégio Estadual Olympia Morais Tormenta, sede das aulas do núcleo, para mais um festival de voleibol. Um pouco mais de 90 pessoas participaram, entre alunos do projeto, da escola, pais e responsáveis.

Cinco quadras foram montadas para que todos pudessem jogar. Os alunos foram o destaque do evento, já que ficaram responsáveis por montarem as redes e auxiliarem uns aos outros durante os jogos. O professor do núcleo, Osvaldo Nascimento, destacou o envolvimento dos presentes, principalmente dos que participam das aulas do núcleo. “Os alunos ajudaram tanto na divulgação como também nas atividades práticas, monitorando e auxiliando os outros participantes”, ressaltou Osvaldo. Os alunos do projeto também fizeram um seminário para mostrar um pouco sobre cada categoria.

Garotada reveza entre as quadras para que todos joguem.

O pessoal que esteve presente também aprovou o festival, a aluna Giovanna dos Santos, 14 anos, da categoria Vôlei, achou tudo muito legal, pois ninguém ficou parado. “As pessoas estavam interessadas, pois todos participaram de alguma forma, quando alguém não estava jogando estava monitorando os outros colegas”, comentou Giovanna. A Elouyse Coutinho, 11 anos, do Mini 3×3, é nova no projeto, e o que ela mais gostou de ver foi a alegria da galera: “me diverti muito, o festival estava maravilhoso e as pessoas estavam sempre alegres. Foi muito bom”. Uma ex-aluna também esteve presente no festival, a Francielle Braz é mãe da aluna Camille Gabrielly, ela gostou de poder jogar voleibol com a filha. “Jogar ao lado da minha filha foi muito legal, pude relembrar os tempos em que eu frequentava as aulas do projeto”, comentou Francielle.

Parceiros do projeto Núcleos de Iniciação ao Voleibol no Paraná: Governo do Estado do Paraná e Unilever. Via Lei Federal de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC. 

Notícias Recentes
Leia Mais
7 de abril de 2016
Núcleo Natal/RN recebe visita técnica da analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia Keller, e encontro é bastante produtivo

Em outra matéria os destaques foram as visitas técnicas realizadas aos núcleos socioesportivos…

Leia Mais
5 de abril de 2016
Profissionais e acadêmicos da área da saúde dão dicas importantes aos alunos do Núcleo Natal/RN do projeto Vôlei em Rede

Orientações de primeiros socorros conquistaram a atenção das crianças e adolescentes do Núcleo…

Leia Mais
1 de abril de 2016
Biblioteca Núcleo Guaratuba é inaugurada e incentiva alunos a desenvolverem o hábito da leitura

Idealizada pela professora de educação física Cássia Graciotto, a Biblioteca Núcleo Guaratuba –…

Leia Mais
Alunos ficam motivados após primeiro festival de 2016 nos Núcleos Lagoa Santa/MG

As crianças e adolescentes dos núcleos Campinho e Santos Dumont – Lagoa Santa/MG…

Leia Mais
31 de março de 2016
Visitas técnicas são realizadas em vários núcleos socioesportivos do Instituto Compartilhar espalhados pelo Brasil

Durante o mês de março a analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia…

Leia Mais
24 de março de 2016
Em clima de diversão, crianças e adolescentes do Núcleo Central – Curitiba/PR conhecem o significado dos elementos que representam a Páscoa

Mistério, felicidade, atividade física e, é claro, voleibol resumem a comemoração da Páscoa…

Leia Mais
20 de março de 2016
Núcleo Natal/RN participa da 3ª Caminhada pela Inclusão em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down

Os alunos do Núcleo Natal/RN saíram pelas ruas da cidade no domingo, 20…

Leia Mais
4 de março de 2016
Viagem ao Rio de Janeiro/RJ marca formatura dos alunos do Núcleo Central, em Curitiba

A dedicação de mais de 20 adolescentes do projeto Núcleos de Iniciação ao…

Leia Mais
22 de fevereiro de 2016
Evento no Núcleo Natal/RN tem como tema principal a prevenção de doenças como Dengue e Zika Vírus

Com mais de sete mil casos de suspeita de dengue registrados na cidade…