Festa de final de ano e comemoração do aniversário de um ano dos Núcleos Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede, contam com jogos de minivôlei, oficina de valores, orientações odontológicas e até plantio de árvores

Garotada põem em prática o que é passado durante as aulas de minivôlei, se diverte com os amigos e familiares.

A galera dos Núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro – Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede, teve muito para celebrar no dia 28 de novembro, data escolhida para o último encontro de 2015 e também para festejar um ano do projeto Vôlei em Rede na cidade. A festa foi especial e não poderia ser diferente: mais de 200 pessoas puderam conferir atividades lúdicas e educativas. O evento aconteceu no Ginásio do Tite e contou com a presença do vice-prefeito, Neto Beluci, do secretário de esportes, Antônio Carlos Bartagnolli Júnior, da Secretária de Educação, Marilda Cortijo e de representantes da escola e do ginásio onde ocorrem as aulas de minivôlei. Também marcaram presença o embaixador do Vôlei Brasil Kirin, Maurício Lima, a gerente de sustentabilidade e o assessor de imprensa da Brasil Kirin, Natália Buchwitz e Victor Chimenez respectivamente.

A abertura do evento já começou em ritmo de alegria e agradecimento a todos que foram essenciais para o sucesso do projeto na cidade: os parceiros foram homenageados com brindes e placas, enquanto os professores receberam cartões de reconhecimento pelo trabalho realizado durante 2015. Em seguida, para iniciar as atividades do festival, as crianças e adolescentes das categorias Mini 2×2, Mini 3×3 e Vôlei foram divididos em três grupos, cada um com uma pulseira colorida diferente.

Crianças e adolescentes do projeto Vôlei em Rede recebem dicas sobre cuidados odontológicos.

Em formato de circuito os grupos, orientados pelos professores, passaram por três estações. A primeira foi destinada aos jogos de minivôlei e até os pais e responsáveis puderam entrar em quadra para se divertir com a garotada. Na segunda, os alunos puderam praticar os valores trabalhados pela Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, por meio de brincadeiras divertidas, como a da bambolê em grupo para exercitar a cooperação. A última estação foi voltada para o lanche, salada de frutas. E todos contribuíram: os alunos levaram maças e bananas, a Secretaria de Esportes forneceu as laranjas e os mamões. Para os pais e responsáveis voluntários ficou a tarefa de produzir a salada de frutas e, segundo a professora do Núcleo Cidade Nova, Karina Rodrigues, eles desenvolveram a função com muito amor e carinho.

Além destas atividades, os participantes aprenderam bastante nas oficinas das Secretarias de Saúde e do Meio Ambiente, monitoradas por profissionais destas áreas. Nelas, a garotada recebeu orientações odontológicas – com direito à um kit de higiene bucal – e plantou árvores, atividade que favoreceu a conscientização ambiental.  Ao final, teve entrega de brindes dos projetos complementares “Compartilhar Fidelidade” e “Compartilhando um Ideal” e de medalhas comemorativas. “Nesses festivais temos noção da importância do projeto para as crianças. Elas vibram, ficam ansiosas e eufóricas”, afirmou a professora do Núcleo Dirceu Cordeiro, Alessandra de Castro.

Plantar árvores também faz parte das comemorações dos Núleos Itu/SP: atividade envolve e diverte os alunos.

Ainda de acordo com Alessandra, o grande número de pais presentes demonstrou o interesse deles pelo Vôlei em Rede. Ela também ressaltou a presença da analista de projetos do Compartilhar, Kátia Keller: “a participação da Kátia garantiu que tudo corresse bem. A experiência que ela tem nos direcionou durante o evento, nos deixando mais tranquilos para aproveitar o momento com as crianças”. Kátia parabenizou os professores e ficou contente em ver a alegria da garotada. “O brilho e sorriso no rosto das crianças e a motivação dos professores em realizar este evento foi intensa! Não tem preço acompanhar este tipo de ação, ainda mais com tanto carinho e envolvimento por parte dos alunos ”, enfatizou.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin

Fotos: Divulgação IC / Prefeitura de Itu/SP / Andressa Moura.

Alunos do Núcleo Inhaúma – Rio/RJ parabenizam aniversariantes do projeto Vôlei em Rede e jogam quadribol

Crianças e adolescentes do Núcleo Inhaúma – Rio/RJ comemoram juntos os aniversários do segundo semestre de 2015.

No dia 22 de outubro ocorreu mais uma edição do Festival dos Aniversariantes do Núcleo Inhaúma, para que os alunos pudessem comemorar o aniversário dos colegas do projeto Vôlei em Rede que completaram mais um ano de vida no segundo semestre de 2015. Um pouco mais de 40 pessoas estiveram presentes, entre alunos e professores, na quadra poliesportiva Luiza Helena Maia Medeiros da Escola Municipal Ceará, local onde ocorrem as aulas do projeto.

A festa começou com uma atividade um pouco diferente do que a garotada está acostumada. O professor Roberto Lopes dividiu os alunos em quartetos para jogarem uma partida de quadribol, que consiste na divisão da quadra em quatro partes com uma equipe em cada sendo que a bola pode ser passada para qualquer uma das quadras opostas. Segundo Roberto, a quantidade de participantes foi ideal para não deixar ninguém parado: “o placar de quatro pontos e o número de alunos favoreceram a brincadeira do quadribol. Eles se divertiram muito e estavam se movimentando o tempo todo”.

Quadribol trabalha coordenação motora e promove novos desafios com voleibol.

Para finalizar as atividades em quadra, os integrantes da categoria Vôlei fizeram uma partida com uma equipe que foi montada entre os participantes do festival de outras categorias. O aluno Wesley Pereira, 15 anos, categoria Vôlei, gostou muito de poder bater uma bola durante o evento. “Eu adorei o festival, pude conhecer pessoas novas e aprender um pouco sobre o estilo de jogo de cada um. Adorei o coletivo no final”, ressaltou Wesley.

O professor Roberto também aproveitou a oportunidade para observar se os alunos estão aplicando nos jogos o que é passado durante as aulas. Ele comentou que a aluna Thayane Malévola, 13 anos, do Mini 3×3, executou dois bons bloqueios durante o festival, fundamento que foi o foco das duas aulas antecedentes ao evento. Após os jogos, todos se reuniram para parabenizar os aniversariantes e aproveitaram o bolo e os refrigerantes disponibilizados para a festa.  A aluna Evelyn de Lima, 13 anos, da categoria Mini 3×3 gostou tanto da festa que não queria que acabasse. “Eu gosto muito de fazer voleibol, eu aprendo muitas coisas novas com o Prof. Roberto. Espero que todos os dias sejam iguais a este”, desejou a aluna.

Parceiros dos Núcleos Rio/RJ: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e Unilever. Via Lei de Incentivo ao Esporte: Unilever e Ministério do Esporte.

Fotos: Divulgação IC.

Aniversário dos Núcleos Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede, é festejado por alunos e professores com muita alegria

Alunos dos núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro praticam o que aprenderam durante as aulas do projeto Vôlei em Rede.

Para comemorar um ano do projeto Vôlei em Rede na cidade de Itu, em São Paulo, os núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro promoveram, no dia 30 de setembro, momentos agradáveis e bastante divertidos para os alunos que frequentam as aulas de minivôlei. O evento faz parte de uma série de atividades que serão realizadas para festejar o primeiro aniversário dos núcleos. Cerca de 100 alunos, além de pais e responsáveis, compareceram e ajudaram na organização do festival que aconteceu no ginásio de esportes da Escola Carolina de Moraes Macedo, sede das aulas do Núcleo Cidade Nova.

O festival foi voltado para as categorias Mini 2×2 e Mini 3×3 e buscou incentivar a interação entre os alunos dos dois núcleos. Durante o evento, a garotada foi separada em três quadras para praticar o que aprenderam durante as aulas do projeto e, é claro, se divertir com os colegas. Os participantes também tiveram outras opções de atividades além dos jogos, como brincar de lego, jogos de tabuleiro e pula corda. A professora Alessandra de Castro, do Núcleo Dirceu Cordeiro, acredita que este tipo de evento é essencial para o aprendizado da garotada: “nesses festivais os alunos têm a oportunidade de aprender um pouquinho mais do esporte, socializar e praticar os valores da sua categoria de forma consciente”. Ela também destacou a oportunidade que os próprios professores têm de analisar o trabalho que está sendo feito por eles. “Quando os alunos estão jogando, podemos observar se já automatizaram os gestos técnicos, como saque, toque e a manchete. Nestes momentos descontraídos eles demonstram o que de fato já aprenderam, o jogo é um momento espontâneo, cada um age de acordo com seu aprendizado”, comentou a professora.

Além dos jogos, crianças e adolescentes do Mini 2x2 e Mini 3x3 se divertem com outras brincadeiras.

Após as atividades os alunos foram para a segunda parte do festival, ganharam uma sacochila do projeto e fizeram um piquenique organizado por eles mesmos. A professora Karina Rodrigues, do Núcleo Cidade Nova, destacou a colaboração dos alunos durante todo o evento. “Eles estão praticando os valores que são trabalhados durante as aulas. A cooperação de todos para que o evento acontecesse e a contribuição com os lanches foi muito importante para o sucesso do festival”, ressaltou Karina. A colega de trabalho, Alessandra, está satisfeita com o trabalho realizado até então: “estou muito feliz com o aniversário de um ano do projeto Vôlei em Rede aqui em Itu, estamos conseguindo colocar em prática a metodologia e melhorar a intervenção em relação aos valores das categorias”, concluiu a professora.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Lanche conta com guloseimas levadas pelos próprios participantes do festival.

Fotos: Divulgação IC. 

Passeio na fábrica da Brasil Kirin é atração para os alunos do Núcleo Cidade Nova – Itu/SP

Atentos, alunos passam a conhecer um pouco da história da Brasil Kirin.

Conhecer mais sobre a história da Brasil Kirin, parceira mantenedora do Instituto Compartilhar e do projeto Vôlei em Rede na cidade de Itu/SP, já se tornou uma programação animada e especial para a garotada que frequenta as aulas de minivôlei do Núcleo Cidade Nova, localizado na região. Nos dias 26 de junho e 7 de julho aconteceram duas visitas à fábrica. Na oportunidade, as crianças e adolescentes das categorias Mini 2×2 (9 e 10 anos) e Mini 3×3 (11 e 12 anos) entenderam como funciona o processo de produção do refrigerante da marca e fizeram um lanche com os amigos de dar água na boca.

Conhecer o processo de produção dos refrigerantes faz parte do passeio.

Os alunos se divertiram bastante e a maioria deles dividiu a mesma opinião: “quero ir de novo no próximo ano!”, revelou Drielly Maria Claudino, 9 anos, da categoria Mini 2×2. A colega da mesma categoria e idade, Tayla Francielle Gomes, disse: “adorei, queria repetir!”. A professora do núcleo, Karina Rodrigues, também gostou da visita e destacou alguns pontos positivos: a receptividade, a apresentação simples e didática, o contexto bem motivador e a guia, que foi paciente e dinâmica.

Crianças e adolescentes se divertem com o passeio e saem de lá com muitas novidades para contar aos pais e responsáveis.

As visitas à fábrica da Brasil Kirin são mais uma maneira de proporcionar experiências diferentes aos alunos, mas não é só isso. Eles aprendem bastante com o passeio, tiram dúvidas e começam a entender o trabalho realizado por centenas de pessoas que moram na região paulista, muitas delas familiares da garotada: “Eu me sinto muito privilegiada em participar do projeto (Vôlei em Rede) e poder ser instrumento para proporcionar essa alegria às crianças. É muito gostoso ver o olhar delas diante do novo”, confessou Karina.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC. 

Festival Risadaria: alunos do Núcleo Cidade Nova – Itu/SP viajam para Uma Aventura Congelante

Viagem é animada e conta com a participação de alguns pais e responsáveis.

Rir e se divertir entre amigos é muito bom e os alunos do Núcleo Cidade Nova, em Itu/SP, sabem bem disso. No dia 4 de julho, as crianças e adolescentes das categorias Mini 2×2 e Mini 3×3 do projeto Vôlei em Rede saíram em caravana com destino certo, o Teatro Sérgio Cardoso, em Bela Vista. Lá, elas assistiram ao espetáculo “Uma Aventura Congelante” pelo Risadaria, festival de humor que acontece em várias regiões de São Paulo até o dia 26 deste mês. Os ingressos foram cedidos pela parceira do projeto na cidade, Brasil Kirin, que também era patrocinadora do evento. O passeio contou com a participação de alguns pais e responsáveis que, assim como os filhos, gostaram bastante do show.

Chegada ao Teatro Sérgio Cardoso: expectativa toma conta das crianças e adolescentes para assistir ao espetáculo “Uma Aventura Congelante”.

Mesmo com a chuva e o frio que faziam no dia, a diversão começou cedo. Os alunos do Vôlei em Rede se encontraram na Escola Municipal Carolina de Moraes Macedo, sede do projeto, e embarcaram em dois ônibus para a viagem. “Foi muito legal! As crianças foram orientadas a levarem os lanches e a Brasil Kirin nos doou as bebidas, sucos e águas”, explicou a professora do núcleo, Karina Rodrigues. O espetáculo contou a história de Elsa, a filha mais velha do rei e da rainha de Arendelle, que nasceu com a capacidade mágica de criar gelo e neve. Para as crianças e adolescentes, diversão na certa.

Festival Risadaria e Brasil Kirin promovem diversão aos alunos do Núcleo Cidade Nova.

Além da experiência de viajar em grupo, a garotada que nunca tinha ido ao Teatro Sérgio Cardoso passou a conhecer um lugar novo, onde é possível aprender muita coisa bacana. “Eu adorei muito esse passeio, foi muito legal participar. Muito obrigada!”, agradeceu satisfeita a aluna Emily da Silva, 11 anos, da categoria Mini 3×3. A mãe do aluno Matheus Dimitriou, 9 anos, da categoria Mini 2×2, Ana Cristina, também gostou do passeio. “Adorei, principalmente porque eu pude participar. Espero que tenham muitos outros que eu também possa participar”, revelou contente.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC. 

Alunos do projeto Vôlei em Rede, dos Núcleos Itu/SP, visitam fábrica da Brasil Kirin e se divertem por lá

Crianças e adolescentes dos Núcleos Itu/SP aprendem muito na visita à fábrica da Brasil Kirin, conhecem as instalações internas e o processo de produção de refrigerantes.

Um dia diferente, com muitas novidades e diversão marcaram a visita dos alunos dos Núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro – Itu/SP à fábrica da Brasil Kirin, localizada na mesma cidade. A garotada do projeto Vôlei em Rede conheceu um pouco da história da empresa de bebidas, fez um passeio para lá de animado pelas instalações internas, viram o processo de produção dos refrigerantes e, de quebra, ganharam um lanche para repor as energias. Alguns alunos não puderam acompanhar o tour, devido a faixa etária, e aproveitaram para fazer um piquenique no mesmo dia, 20 de maio.

“Eu amei o passeio!”, disse entusiasmada a aluna Flávia Guarnieri, 10 anos, da categoria Mini 2×2. Assim como ela, vários colegas ficaram encantados. A colega Giovanna Gabrielle da Silva, 10 anos, da categoria Mini 3×3, até criou uma hashtag após a visita: #brasilkirintop. A professora do Núcleo Cidade Nova, Karina Rodrigues, observou os alunos e achou interessante a percepção deles: “eles não tinham noção de como funcionava uma grande empresa e vieram todos encantados e com objetivo de estudar e trabalhar na Brasil Kirin no futuro”. Além de motivados, estes alunos demonstraram ser bem proativos. Outro ponto positivo foi que muitas das crianças e adolescentes passaram a conhecer, não só o parceiro, mas como é o local de trabalho de seus pais ou responsáveis.

Alunos fazem um passeio animado pela fábrica da Brasil Kirin, parceira institucional e do projeto Vôlei em Rede do Instituto Compartilhar.

O piquenique também foi animado! Além de um gostoso lanche comunitário, os alunos mais novos, da categoria Mini 2×2 do Núcleo Cidade Nova, participaram de várias brincadeiras: pintaram desenhos, jogaram caça palavras, cruzadas, vôlei, futebol americano e muito mais. “Adorei o piquenique, é um momento que eu deixo de ser a professora e passo a ser uma criança como eles”, descontraiu Karina. “É muito gostoso e muito proveitoso momentos como esses, além de proporcionar uma cumplicidade e uma amizade muito grande no grupo”, complementou a professora. O aluno Vinicius da Silva, 8 anos, da categoria Mini 2×2, contou: “gostei muito, gostaria que tivesse mais vezes”.

Piquenique dos alunos mais novos do Núcleo Cidade Nova favorece a integração entre eles e proporciona momentos de muita diversão.

Desde 2013, a Brasil Kirin é parceira dos cinco Núcleos Campinas/SP do projeto Vôlei em Rede e, em menos de um ano, dividiu com o Instituto Compartilhar a vontade de abrir mais dois núcleos do mesmo projeto na cidade de Itu, também no estado paulista. Os alunos são os principais beneficiados por esta relação entre as duas instituições que acreditam no desenvolvimento por meio do esporte. Neste ano, a empresa tornou-se parceira mantenedora do Instituto Compartilhar.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC. 

Atletas da equipe Brasil Kirin, parceira do projeto Vôlei em Rede, participam das aulas nas cidades de Campinas e Itu/SP

Encontro entre atletas e alunos começa com bate-papo e esclarecimento de curiosidades.

Encontro entre atletas e alunos começa com bate-papo e esclarecimento de curiosidades.

A visita dos atletas da equipe masculina de voleibol da Brasil Kirin é sempre muito especial para alunos e professores do projeto Vôlei em Rede, núcleos Campinas e Itu/SP, locais onde a empresa é parceira. Mas desta vez, o que eles foram fazer nos dias 23 a 25 de março, deixou tudo ainda mais inesquecível. Ao comando dos professores, os atletas ajudaram os alunos a executar os exercícios, ou seja, sacaram e lançaram as bolas, corrigiram gestos técnicos e deram dicas.

Quando os atletas chegaram aos locais de aula, era possível perceber os olhos dos alunos brilharem. “É indescritível o efeito de uma vista dessas, olhar as carinhas de espanto, surpresa e admiração das crianças. O brilho no olhar é emocionante”, relata a professora do Núcleo Cidade Nova – Itu/SP, Karina Rodrigues. Para passar a ansiedade e matar a curiosidade da meninada, os atletas responderam as mais curiosas perguntas dos alunos: a altura dos jogadores, se já ganharam alguma medalha e troféu, com quantos anos começaram a jogar vôlei, se já saíram do país para jogar, dentre outras. Foi um momento importante para atletas reforçarem a importância de cada valor aprendido no dia a dia do projeto em todas as áreas da vida.

Atletas se envolvem em aquecimento divertido com alunos.

Atletas se envolvem em aquecimento divertido com alunos.

Após o bate-papo, logo começou o aquecimento com brincadeiras e a aula seguiu conforme a Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, encerrando o dia com o jogo. Os atletas, é claro, não ficaram fora da quadra e os alunos se revezaram para ter a experiência. Para o coordenador técnico do Vôlei Brasil Kirin, André Heller, ex-atleta campeão olímpico, a ocasião é de crescimento para os dois lados. “Foram momentos muito ricos não só para as crianças, mas também para nós que podemos perceber o quanto a oportunidade criada pelo Instituto Compartilhar e Brasil Kirin, pode transformar a vida daquelas crianças”, avalia. “Conversamos com todos os alunos que tinham as palavras cooperação, respeito, responsabilidade e autonomia na ponta da língua. Agradecemos muito e, como sempre, parabéns pelo trabalho desenvolvido”, finaliza André Heller.

Momento especial: alunos recebem dicas de atletas.

Momento especial: alunos recebem dicas de atletas.

Para o professor do Núcleo São Vicente – Campinas/SP, Laerte Rodrigues, motivação e satisfação dos alunos em fazer parte do projeto, foram perceptíveis desde o início do evento. “Ao contarem sobre suas trajetórias, dificuldades, vontade, empenho, superação, disciplina e outras mais, os atletas forneceram aos alunos uma referência, uma experiência positiva”, finaliza.

Parceiros dos Núcleos Campinas/SP: Prefeitura Municipal de Campinas e Brasil Kirin, com apoio da Sanasa

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin

Fotos: Divulgação IC

Inauguração oficial dos Núcleos Itu/SP conta com presença de Bernardinho e representantes dos parceiros

Primeiro festival reúne alunos dos dois Núcleos Itu/SP do projeto Vôlei em Rede.

Primeiro festival reúne alunos dos dois Núcleos Itu/SP do projeto Vôlei em Rede.

Felicidade e ansiedade estampavam os rostos de alunos, alunas, professoras e pais/responsáveis dos Núcleos Itu/SP, do projeto Vôlei em Rede. Isto porque na quarta-feira, 03 de dezembro, na Escola Municipal Carolina de Morais Macedo sede do Núcleo Cidade Nova, aconteceu o primeiro festival que reuniu os dois núcleos e nele houve visitas muito especiais: o diretor presidente do Instituto Compartilhar, o técnico Bernardinho, o Prefeito de Itu, Antonio Luiz Gomes, os secretários de educação e esporte, Marilda Cortijo e Antonio Carlos Júnior, respectivamente, a vice-presidente de assuntos corporativos da Brasil Kirin, Juliana Nunes e os ex-atletas campeões olímpicos André Heller e Maurício Lima, também da Brasil Kirin. Todas estas pessoas envolvidas no projeto comemoravam a inauguração oficial dos núcleos na cidade.

Durante o início da manhã, alunos das categorias Mini 2×2, Mini 3×3 e Mini 4×4 dos núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro jogaram nas quadrinhas montadas na escola. “Foi muito legal jogar com os alunos do outro núcleo. É uma experiência diferente e eu conheci bastante gente nova”, conta a aluna Sthefanie Alves, 11 anos, da categoria Mini 3×3 do Núcleo Dirceu Cordeiro. Os participantes foram separados por cores e revezaram entre os jogos, oficina de valores e lanche. Na oficina, era trabalhada a autoestima, em paralelo aos valores de cada categoria: cooperação (Mini 2×2), responsabilidade (Mini 3×3), respeito (Mini 4×4).

Atividade de valores caracteriza Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol e alunos a praticam durante evento.

Atividade de valores caracteriza Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol e alunos a praticam durante evento.

Assim que o festival acabou, Bernardinho e demais representantes dos parceiros chegaram e encheram os olhos dos alunos e professores de emoção. “Foi incrível ver o Bernardinho e os atletas de perto”, fala emocionado o aluno da categoria Mini 2×2 do Núcleo Cidade Nova, Gabriel Maranhão, 10 anos. Na oportunidade, as autoridades puderam conversar com os alunos e explicar importância da parceria. Bernardinho incentivou os alunos a correrem atrás dos seus sonhos, com dedicação aos estudos e ao projeto. Neste momento também, o Instituto Compartilhar aproveitou para entregar placas em homenagem aos parceiros.

O momento mais esperado foi quando Bernardinho e os ex-atletas André Heller e Maurício Lima entraram em quadra para jogar um pouco com as crianças e adolescentes. Até mesmo a Secretária de Esportes e o Prefeito arriscaram alguns fundamentos. “A visita dos atletas e de Bernardinho é sempre muito positiva, pois incentiva os alunos e os mantém motivados para as atividades”, avalia a coordenadora Kátia Keller. “Adorei o dia de hoje, nunca vou esquecer”, conta com brilho nos olhos o aluno Gabriel. Para sua mãe, Luzinete Maranhão, o projeto já provocou mudanças comportamentais no filho que passou a ser mais responsável e respeitoso. “Essa vinda do Bernardinho e dos ex-atletas dão ainda mais credibilidade ao projeto. Já estou muito feliz com os resultados”, conta a responsável que sempre incentiva os filhos a praticarem esporte.

Bernardinho visita núcleo para lançamento oficial dos Núcleos Itu/SP e entra em quadra.

Bernardinho visita núcleo para lançamento oficial dos Núcleos Itu/SP e entra em quadra.

Apesar de tanta novidade para os alunos, responsáveis e comunidade escolar, o evento ocorreu com muita tranquilidade. Os alunos compreenderam que Bernardinho tem a agenda lotada e precisava ir embora após muita diversão e jogos. Mas já fizeram a cobrança: “tudo bem, mas quando você volta?”, perguntou imediatamente o aluno Murillo da Silva, 10 anos da categoria Mini 2×2 do Núcleo Cidade Nova, quando Bernardinho disse que precisava ir embora. Ao final, a Brasil Kirin distribuiu kits com camiseta, bolsa, água e suco a cada um dos participantes e o Instituto Compartilhar entregou garrafinhas.

Os Núcleos Itu foram abertos em outubro de 2014, por interesse da Brasil Kirin que já era parceria dos Núcleos Campinas do mesmo projeto e queria ampliar a atuação no estado de São Paulo. A Prefeitura Municipal de Itu, por meio das secretarias de educação e esporte, abraçaram a ideia e sugeriram locais e professores interessados no projeto Vôlei em Rede.

Parceiros dos Núcleos Itu: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC

Primeira reunião de pais do Núcleo Cidade Nova – Itu/SP tem resultados satisfatórios

Pais e responsáveis passam a conhecer melhor as atividades desenvolvidas pelo Instituto Compartilhar.

As atividades do projeto Vôlei em Rede nos Núcleos Itu/SP estão a todo vapor. No Núcleo Cidade Nova, inaugurado no início deste mês, aconteceu a primeira reunião de pais. Mesmo com pouco tempo de existência, já foi possível perceber a satisfação dos responsáveis pelos alunos beneficiados em relação ao projeto. O evento realizado no dia 29 de outubro pela professora de educação física, Karina Rodrigues, aconteceu na Escola Municipal Carolina de Moraes Macedo, sede das aulas de minivôlei.

O encontro contou com participação pouco expressiva dos pais, mas foi muito proveitoso. Karina explicou sobre o Instituto Compartilhar e o projeto Vôlei em Rede, além de falar como funciona a metodologia da entidade, as categorias de minivôlei, os valores ensinados nas aulas e as responsabilidades de pais e alunos durante todo o processo. A diretora da escola, Aracy Gonsaga, e o professor de educação física, Roberto Corazza, acompanharam a reunião.

Primeira reunião de pais do Núcleo Cidade Nova é bem positiva.

Karina reforçou a importância que o projeto Vôlei em Rede tem para as crianças e adolescentes e a diferença que faz na vida de cada um. “Os pais estão encantados com o projeto”, contou a professora. “Expliquei que tudo é passado por meio do reforço positivo, reconhecendo sempre a participação, dedicação e o esforço do aluno em executar os movimentos”, complementou. Karina está verificando o melhor dia e horário para realizar um novo encontro com os responsáveis que não puderam comparecer na primeira reunião do núcleo.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC. 

Instituto Compartilhar inaugura dois núcleos do projeto Vôlei em Rede em Itu/SP

Aulas teóricas e práticas compõem credenciamento em Itu/SP.

No início de outubro, o Instituto Compartilhar passou a contar com mais dois núcleos socioesportivos do projeto Vôlei em Rede. Inaugurados na primeira semana do mês, os Núcleos Itu/SP atendem a 96 crianças e adolescentes da cidade, por meio das aulas de minivôlei e ensino de valores como cooperação, responsabilidade, respeito e autonomia. A abertura dos núcleos Cidade Nova e Dirceu Cordeiro, sediados na Escola Municipal Carolina de Morais Macedo e no Ginásio Dirceu Cordeiro, respectivamente, só foi possível por meio das parcerias firmadas com a Prefeitura Municipal de Itu e a empresa de bebidas – Brasil Kirin.

Alunos se divertem nas quadras de minivôlei montadas no Núcleo Cidade Nova.

A novidade foi recebida com muita alegria pelos profissionais do Instituto Compartilhar e do projeto Vôlei em Rede. Antes mesmo de iniciar a divulgação das aulas em Itu, a analista de projetos da instituição, Kátia Keller, foi até a cidade, nos dias 17 e 18 de setembro, para realizar o credenciamento de professores. Além das professoras de educação física Alessandra Magalhães, do Núcleo Dirceu Cordeiro, e Karina Rodrigues, do Núcleo Cidade Nova, participaram do encontro o professor da Escola Municipal Carolina de Morais Macedo, Roberto Pereira, os coordenadores do Núcleo Regional de Educação Física de Itu, Ademir Teixeira e Paula Rodrigues, e a professora da Secretaria de Esportes do município, Juliana Silva.

Entre os objetivos do credenciamento estavam a apresentação da Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, categorias de minivôlei, procedimentos administrativos e definição de turmas. Kátia também promoveu aulas práticas na quadra da escola que sediará o núcleo, com o auxílio de algumas crianças e adolescentes, e explicou sobre as categorias Mini 2×2, Mini 3×3 e Mini 4×4. “Observei o interesse e entusiasmo dos professores com a metodologia e a prática foi muito positiva”, contou Kátia. Por meio de dinâmicas de grupo, os participantes puderam interagir e discutir sobre os principais assuntos abordados no encontro. De acordo com eles, o credenciamento foi muito bom e a atuação da analista de projetos também.

Primeiro dia de aula no Núcleo Dirceu Cordeiro: adolescentes iniciam a prática esportiva por meio do projeto Vôlei em Rede.

O Núcleo Cidade Nova contempla duas turmas, uma da categoria Mini 2×2 e outra da categoria Mini 3×3, o que favorecerá a permanência dos alunos em um ambiente educativo. O Núcleo Dirceu Cordeiro também é composto por duas turmas, mas das categorias Mini 3×3 e Mini 4×4. A procura pelo projeto foi grande entre as crianças e adolescentes interessadas em ingressar nas aulas de minivôlei. No Núcleo Cidade Nova foi necessário realizar um sorteio de vagas, no dia 30 de setembro, com a presença de alguns alunos, pais, professores e do grupo gestor da escola.

As aulas do Núcleo Cidade Jardim iniciaram no dia 02 de outubro e o primeiro dia de aula foi motivador: “os alunos estavam super empolgados, falantes, já querendo jogar e dar cortadas!”, observou a professora Karina. “Consegui conversar com os pais das crianças da categoria Mini 2×2. Eles estavam super felizes e acompanharam as aulas próximos da quadra. Gostei muito de vê-los com muito orgulho e incentivando os filhos”, complementou. As aulas no Núcleo Dirceu Cordeiro iniciaram no dia seguinte, 03 de outubro. A procura pelas aulas de minivôlei também foi intensa, mas não houve necessidade de sorteio. “O projeto foi muito bem recebido”, contou a professora do núcleo, Alessandra Magalhães.

Parceiros dos Núcleos Itu/SP: Prefeitura Municipal de Itu e Brasil Kirin.

Fotos: Divulgação IC. 

Notícias Recentes
Leia Mais
7 de abril de 2016
Núcleo Natal/RN recebe visita técnica da analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia Keller, e encontro é bastante produtivo

Em outra matéria os destaques foram as visitas técnicas realizadas aos núcleos socioesportivos…

Leia Mais
5 de abril de 2016
Profissionais e acadêmicos da área da saúde dão dicas importantes aos alunos do Núcleo Natal/RN do projeto Vôlei em Rede

Orientações de primeiros socorros conquistaram a atenção das crianças e adolescentes do Núcleo…

Leia Mais
1 de abril de 2016
Biblioteca Núcleo Guaratuba é inaugurada e incentiva alunos a desenvolverem o hábito da leitura

Idealizada pela professora de educação física Cássia Graciotto, a Biblioteca Núcleo Guaratuba –…

Leia Mais
Alunos ficam motivados após primeiro festival de 2016 nos Núcleos Lagoa Santa/MG

As crianças e adolescentes dos núcleos Campinho e Santos Dumont – Lagoa Santa/MG…

Leia Mais
31 de março de 2016
Visitas técnicas são realizadas em vários núcleos socioesportivos do Instituto Compartilhar espalhados pelo Brasil

Durante o mês de março a analista de projetos do Instituto Compartilhar, Kátia…

Leia Mais
24 de março de 2016
Em clima de diversão, crianças e adolescentes do Núcleo Central – Curitiba/PR conhecem o significado dos elementos que representam a Páscoa

Mistério, felicidade, atividade física e, é claro, voleibol resumem a comemoração da Páscoa…

Leia Mais
20 de março de 2016
Núcleo Natal/RN participa da 3ª Caminhada pela Inclusão em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down

Os alunos do Núcleo Natal/RN saíram pelas ruas da cidade no domingo, 20…

Leia Mais
4 de março de 2016
Viagem ao Rio de Janeiro/RJ marca formatura dos alunos do Núcleo Central, em Curitiba

A dedicação de mais de 20 adolescentes do projeto Núcleos de Iniciação ao…

Leia Mais
22 de fevereiro de 2016
Evento no Núcleo Natal/RN tem como tema principal a prevenção de doenças como Dengue e Zika Vírus

Com mais de sete mil casos de suspeita de dengue registrados na cidade…